6 min. para ler

O que faz uma marca ser reconhecida em qualquer lugar? O que dá prestígio e destaque no mercado? Você pode pensar em muitas respostas a essas duas perguntas, mas a verdade é que tudo começa (ou termina) pela identidade visual.

Uma marca sem identidade não tem personalidade, não se destaca, é apenas mais uma entre várias. Mas aquelas marcas que se diferenciam o fazem porque sabem marcar presença, chamar a atenção, passar confiança e credibilidade.

Quer uma marca de destaque também? Então continue aqui conosco, pois hoje falaremos de técnicas para maior assertividade na composição de uma identidade visual efetiva.

O que é identidade visual?

Normalmente as definições de identidade visual corporativa são bastante simplistas, o que faz com que as empresas não deem a devida importância a esse elemento em seu planejamento estratégico. Contudo, o que a sua empresa é e representa para os seus clientes e consumidores é o mais importante, não é? Pois eis a base da identidade visual: um conjunto de atributos que definem a sua empresa como ela é, seja inovadora, conservadora, humanizada, mecanizada, etc.

Esses atributos envolvem a cultura organizacional, os valores expressos em suas ações, o comportamento dos seus colaboradores, a sua missão e visão organizacional, ou seja, a personalidade da sua organização. Uma das funções da identidade visual é expresssar essa personalidade por meio de elementos visuais, como o seu logotipo, seus canais e materiais de divulgação e até mesmo a arquitetura de sua infra-estrutura. Outra função importante é construída pelo posicionamento mercadológico, através da percepção gerada por produtos e serviços (da embalagem ao atendimento; da funcionalidade ao design; da commodity à inovação).

Quais os benefícios da identidade visual para uma empresa?

Quando planejados e combinados de maneira estratégica, todos esses elementos despertam uma percepção positiva em um público, atraindo sua atenção e estimulando o contato. Se o público se identifica com a sua identidade visual, fica mais fácil interagir com ele, estabelecer conexões emocionais e fomentar um relacionamento de longo prazo, que se traduz em vendas e fidelização. Como dito no início deste artigo, uma marca sem identidade visual se confunde na multidão, torna-se ruído, não atrai, o que pode comprometer tanto a competitividade do negócio, quanto os resultados financeiros.

Por outro lado, quando bem elaborada, a identidade visual gera reconhecimento imediato da sua empresa. Basta um olhar do cliente para que ele saiba de quem se trata, se é uma marca confiável ou não, o que faz toda a diferença para a efetividade do marketing. Perceba que a identidade visual lida diretamente com o elemento humano. A percepção das pessoas que já conhecem sua marca aumenta a probabilidade exponencial de também gerar percepções positivas para um novo público potencial, funcionando como uma fonte de recomendação e crescimento da marca.

Como é criada a imagem da identidade visual?

A imagem da identidade visual é formada por diversos elementos que se complementam para transmitir a personalidade da sua empresa para o seu público. Esses elementos podem ser divididos em primários, secundários e terciários. Veja:

Primários: símbolo, logotipo e marca

O símbolo é um sinal, uma imagem, um ícone que representa a empresa. Já o logotipo é formado pelo nome da empresa, desenvolvido de maneira estilizada para simbolizar a personalidade da empresa. Por fim, a marca é o conjunto formado pelo símbolo e pelo logotipo, representando todos os atributos que a sua marca deseja comunicar para o público.

Secundários: cores e tipografia

As cores utilizadas na sua comunicação visual devem refletir a mensagem que você deseja passar para os seus clientes. A combinação vermelho e amarelo, por exemplo, é muito utilizada por empresas de alimentação, pois suscita a vontade de comer. Já cores como azul e verde trazem mais calma, tranquilidade e, por isso, são utilizadas por empresas da área de saúde, como clínicas e hospitais.

A tipografia é o formato da fonte que você utiliza tanto para o seu logotipo quanto para todas as suas comunicações, que também transmite uma mensagem visual às pessoas. Fontes como Times New Roman e Arial são sóbrias, passam seriedade, enquanto fontes como Comic Sans e Broadway transmitem maior descontração e, portanto, são utilizadas por agências de marketing e publicidade.

Terciários: elementos adicionais

Os elementos adicionais podem ser uma barra, separando os dados da sua empresa do restante de um documento, elementos gráficos que compõem o visual de um papel timbrado, um background colorido, entre outros, que diferenciem sua marca das demais, tornando-a única.

Unindo todos esses elementos é que se constrói uma identidade visual forte, marcante e realmente atraente. Por esse motivo, não deixe de investir em profissionais qualificados para cuidar da sua imagem corporativa, afinal, você quer ser o pontinho brilhante em meio à multidão cinza e sem graça!

4 dicas para elaborar uma identidade visual

Como você deve ter percebido, identidade visual não deve ser somente um desenho aleatório e copiável, é a expressão do que a sua empresa é para o mundo e, por isso, deve ser elaborada com responsabilidade. Sendo assim, confira algumas dicas para não pecar na hora de criar a imagem da sua identidade visual:

Pense em seu público

A identidade visual da sua empresa deve ser amigável ao seu público, despertar identificação, simpatia, sinergia, o que exige que você conheça bem o perfil dos seus clientes atuais e potenciais, saiba do que eles gostam, o que os encanta, o que os atrai e como chegar até eles por meio de elementos visuais de destaque.

Crie uma identidade coerente com a sua empresa

Além de pensar no público, você também precisa avaliar a sua empresa. Quem ela realmente é? Se fosse uma pessoa, como seria? Calma, tranquila ou agitada? Séria ou divertida? Como os seus colaboradores são? Como eles interagem com as pessoas? Conhecendo o seu próprio perfil fica muito mais fácil criar uma identidade visual coerente coma sua empresa.

Aproveite oportunidades

Criar uma identidade visual para a sua empresa pode levar mais tempo do que você imagina, portanto, aproveite oportunidades para conversar com diversos profissionais sobre o assunto! Peça opiniões, ideias, avalie a identidade visual de empresas do mesmo segmento, explore a criatividade da sua equipe e aproveite esse brainstorming todo para inovar na sua identidade visual.

Inove, não busque fórmulas prontas

Inovar na sua identidade visual é não seguir padrões, não ir atrás de logotipos prontos e sites que oferecem criação de identidade visual de prateleira, pois certamente você vai encontrar outras empresas com a mesma “personalidade” por aí.

O indicado é tratar este assunto com ciência e contratar uma agência com profissionais qualificados, para desenvolver a sua identidade visual corporativa, com base naquilo que sua marca realmente precisa ser para ter posicionamento e sustentabilidade mercadológica.

Precisa de uma ajuda para criar a sua identidade visual? Então acesse o site da Novos Conceitos e conheça o nosso trabalho.

Sobre o autor

Criador de novos conceitos e da Novos Conceitos

Comente

Inscreva-se e receba novidades

%d blogueiros gostam disto: